Enquanto estive isolado numa bolha há alguns meses li e adaptei pro Teatro esta belíssima obra do escritor mineiro que me emocionou muito. Falei com ele sobre minha intenção de encená-la. Adorou e liberou totalmente a adaptação com frases que me impressionaram:      "A obra é sua, fique à vontade pra levá-la ao palco. Não tenho interesse em celebridades nem em dinheiro, gosto é de literatura". 

Reunida a equipe que vai nesta viagem comigo, começo a ensaiar este mês. E quanto mais leio a peça, mais ela me emociona e me dá prazer de dizer o texto. 

  Está desaparecendo pouco a pouco dos palcos a curiosa incursão pela alma do homem moderno, quase tudo são comédias ligeiras e superficiais que dão garantia de público.            

Com esta obra continuo no meu caminho de sempre: remar contra a maré, contrariar o que é moda e respeitar minha inteligência. 

Breve nos palcos do Brasil.


Sobre o Blog

Leia o Artigo Zero e conheça Marcos Fayad e a proposta do blog Pensar Não Dói.

Siga o Marcos Fayad

 

Arquivo de Posts

 

 


2011. Pensar Não Dói - Blog do ator e diretor Marcos Fayad. Reprodução permitida desde que citada a fonte.
contato@pensarnaodoi.com.br